História & Modelismo walkaround 

Baionetas WWII

Dias atrás conversando com meu amigo e colaborador oficial do SprueMaster NandoZ e ele me dizia que havia fotografado umas peças de um colecionador cliente dele. Achamos muito interessantes as peças e decidimos compartilhar a experiência com vocês.

Com vocês mais um artigo do colaborador oficial SprueMaster “NandoZ”. Espero que gostem !

Plastiabraços !!

[/caption]

**************************************

Tenho um cliente que tem como hobby colecionar peças de militaria. Antigas e modernas. E na última visita que fiz ao seu escritório, ele estava com a sua coleção de facas e entre elas, duas baionetas usadas na Segunda Guerra. Uma americana e outra alemã. A primeira para o fuzil M-1 e a outra para o famoso Mauser 98.

Nunca antes tive a oportunidade de manusear alguma dessas peças. Podemos, à primeira vista, tentar comparar com facas estilo “Rambo”, mas elas são completamente diferentes. Não só na sua característica de encaixe na arma. Elas são incrivelmente pesadas, robustas. Nota-se que foram produzidas realmente para matar.

Então pedi permissão a ele para fotografar as peças e dividir a minha experiência com vocês.
A baioneta americana tinha como alvo o pescoço ou o peito do inimigo, e a alemã tinha como objetivo a virilha, em um movimento de baixo para cima. Por isso a sua lâmina é invertida.

Segundo o colecionador, a baioneta americana não deve ter entrado em combate. Já a alemã, ele tem quase certeza que combateu. As duas peças foram adquiridas no exterior.

Vamos a elas.

Baioneta M4 da carabina M-1
O fuzil M-1 era uma arma secundária, destinada a soldados cuja tarefa principal não era a linha de combate. Era uma arma leve destinada a enfermeiros, operadores de rádio, etc. Mas como arma de infantaria, não podia deixar de ter a companhia de sua baioneta. Sua lâmina tem 6 polegadas, apresentando no dorso um contrafio de 3 polegadas, a partir da ponta. Sua empunhadora era construída de anéis de couro, mantidos no lugar por um pomo recravado. Neste pomo estavam situadas duas teclas, que através da ação de molas, prendiam a baioneta em um ressalto no cano do M-1.

  
  
  
  

 

Baioneta do fuzil Mauser 98
Os especialistas consideram o Mauser o mais perfeito fuzil de ferrolho de todos os tempos, sendo produzido sob contrato em diversos países, e para atender especificações e gostos das mais variadas forças armadas, vários modelos de baionetas foram produzidas. Neste caso, e baioneta foi produzida pela empresa tcheca CZ (Ceská Zbrojovka), e era idêntica às produzidas na Alemanha pelo famoso centro cuteleiro de Solingen. Podemos ver as marcações na base da lâmina e o característico botão para prender a baioneta metálica no cinto do soldado alemão.

  
  

É interessante ter contato com essas peças, principalmente com as que foram usadas em combates. É impossível não montar na imaginação uma cena de combate com elas, onde um soldado japonês teve o seu pescoço partido por um Marine, em alguma ilha do Pacífico, ou em um soldado russo, que sangrou até a morte depois de ser ferido por um infante alemão,

É isso aí !!!

Fernando Zavarelli

[email protected]

Não perca as atualizações do SprueMaster ! Assine já o Feed e receba um aviso em seu e-mail, clique aqui
O SprueMaster também está no twitter, clique aqui para seguir !

Written by 

Editor do Blog SprueMaster

Posts Relacionados

2 Thoughts to “Baionetas WWII”

  1. marcelo strunkis

    Boa noite.
    Eu tenho uma baioneta antiga,na bainha tem gravado US.M8A1 em baixo essa gravação esta B.M.CO
    gostaria de saber o que se refere essa gravação, poderia me enviar para meu e-mail

    Grato.

    Marcelo Strunkis.

    1. Oi Marcelo, posso ver com o Nando_z que publicou o artigo.

      Me envie um e-mail que eu encaminho para ele.

      Plastiabraço!

Deixe seu comentário

Obrigado!! Seu comentário poderá ser aprovado antes da publicação.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.