Ficção/Anime Reviews 

Review 1/72 Hasegawa VF-1A Valkyrie “5Grand Anniversary” #65788

Bom amigos, recebi recentemente da Hobbyeasy este kit para review, e confesso que gostei muito. Realmente esta versão do VF-1 Valkyrie ficou pra lá de linda. Quem viu a série nos anos 80/90 sabe do que estou falando hehehe

Mas pra quem não entende muito de anime, vou explicar um pouco ok ?

A série

Uma enorme nave alienígena cai no planeta terra. Achando de que se tratasse de uma ataque alienígena, os governos da Terra se unem pra formar uma força de defesa. Anos depois, uma estranha raça de alienígenas chamados de Zentraedis vêm à Terra à procura dessa nave, e aproveitam a “visita”  pra conquistar nosso planeta.

Durante a guerra contra os Zentraedis, o sistema de hiperpropulsão da Macross é ativado, fazendo com que ela vá parar na órbita de Plutão. Entretanto a Macross leva consigo a ilha onde estava ancorada, com mais de 50.000 habitantes. O que fazer? Iniciar a volta para casa !! E, essa volta não será fácil. Entre os civis a bordo da Macross está Lynn Minmay, uma jovem que, com sua voz única, dá esperanças a todo o contingente humano da nave de que um dia conseguirão voltar pra casa.

O principal personagem da série é o  piloto de Ichijo Hikaru, a história gira em torno do  triângulo amoroso entre ele, a cantora Linn Minmay e a capitã Misa Hayase. O anime é completamente cheio de ação e as cenas de combates são de tirar o fôlego ! O pessoal que tem contato com a série hoje já fica espantado, imagine isso a quase trinta anos atrás…. bons tempos…..

Essa foi a receita de sucesso que fez a série Macross ganhar tantos adeptos mundo afora e ainda permanecer viva até hoje e com muitas variações e versões.

Exibição da série

Aqui no Brasil a série foi exibida nos anos 80/90 pela TV Record, depois pela TV Globo e por último pela CNT/Gazeta. Na época era exibida com o nome de Robotech, pois na verdade não era a série orginal, a história é longa e complexa, mas vou tentar resumir. Um estúdio americano havia comprado os direitos da série para exibição nos Estados Unidos, mas naquela época as produções japonesas não eram consideradas de qualidade,  então este estúdio viu a necessiadade de “aprimorar” o produto para o mercado americano, eles também tinham as licenças das séries Southern Cross e Mospeada, porém todas as séries eram curtas demais.

Fez-se uma fusão e edição das três séries (que não tinham absolutamente nada haver uma com a outra) e surgiria a série intitulada Robotech. Também na mesma época a Revell americana havia adquirido as licenças da Bandai para produção dos produtos da série, mas que não haviam emplacado em vendas, a empresa viu ali uma chance de vender melhor o seu produto, então acabaram fazendo uma “união” para promover a série nos Estados Unidos.

De lá pra cá muita coisa rolou, desententimento entre produtores, versões diferentes, processos judiciais pelos direitos, etc. etc. etc…

 VF-1 Valkyrie

O VF-1 foi criado pelo renomado desenhista Japonês Shoji Kawamori,  e teve como fonte de inspiração o F-14 Tomcat, o Nome Valkyrie foi em homenagem ao XB-70 Valkyrie, que era um bombardeiro experimental da década de 60

Na série Robotech, o VF-1 era designado como Veritech Fighter ( Variable Engineering and Robotic Integration TECHnology), pois o VF-1 podia operar em três modos:

– Caça – Um caça como o representado no kit

– Gerwalk – Uma forma meio caça, meio mecha, que permitia voar verticamente

– Battroid – Forma completa de Mecha

 

  

Fontes:

Macross Mecha Manual – http://www.macross2.net/m3/m3.html

Wikipedia

O kit

O kit é composto de 8 árvores, sendo 7 injetadas em branco e um 1 para as transparências. O kit possui no total 139 peças e após a montagem terá 19,7cm de envergadura e 19,7cm de comprimento.

A qualidade da injeção é conhecida da Hasegawa, detalhes em baixo e alto relevo, fiz um dry fit na fuselagem e o encaixe da peças é perfeito. Entretanto a famosa linha de emenda no meio do canopi está lá presente, vai ser preciso um pouco de lixa, paciência e future pra dar um acabamento.

A única coisa que não gostei é que o manual é todo em Japonês portanto alguma dica ou instrução pode ficar para trás, embora esteja tudo muito bem explicado em diagramas e desenhos. As indicações das cores são para tintas Gunze Sangyo acrílicas e esmalte.

Os decalques são um show à parte, impressos, com muitos stencils e com detalhes em dourado, creio que após a montagem deverá dar um acabamento muito bonito. Entretanto recomendo utilizar amaciante de decal para a aplicacação pois ele tem um formato bem complexo.

Essa versão apresentada nesta caixa foi produzida em Edição Limitada pela Hasegawa e representa o 5000° VF-1 produzido, esse é o motivo desta pintura comemorativa.

Algumas fotos dos Sprues:

Para quem curte Macross ou mesmo quer montar algo diferente é pra lá de recomendado !!

Este kit pode ser comprado na Hobbyeasy por US$31,79 (cerca de R$55,00), para comprar clique aqui

Não poderia deixar de agradecer a Hobbyeasy por enviar este kit para review. Obrigado !!!

Não perca as atualizações do SprueMaster ! Assine já o Feed e receba um aviso em seu e-mail, clique aqui
O SprueMaster também está no twitter, clique aqui para seguir !

Written by 

Editor do Blog SprueMaster

Posts Relacionados

6 Thoughts to “Review 1/72 Hasegawa VF-1A Valkyrie “5Grand Anniversary” #65788”

  1. Daniel Follador

    Fala Lucas! Tenho um Macross VF-OS ainda na fila mas se eese for no mesmo padrão… tamu feito!

    1. hehhe esse kit é show Daniel, e com certeza fica muito bonito no meio da coleção.. já entrou pra minha fila de montagem também !!! Valeu !

  2. Israel Sanches

    Cara, tem previsão de quando veremos este ítem montado pela equipe SprueMaster?

    1. Já foi pra fila de montagem !!!! 😀 😀 😀

  3. Anderson

    já tinha visto pela web informações sobre alguns desses kits do anime Macross da Hasegawa! simplesmente fantasticos! uma pena que os lojistas daqui não dêem maior importancia ao publico que monta sci-fi….

    afinal, tem muita coisa legal desse segmento para montarmos!

    1. Isso mesmo Anderson, infelizmente os lojistas por aqui acabaram se acomodanto no arroz com feijão e quando queremos algo diferente pra sair da mesmice temos que buscar “la fora”…

Deixe seu comentário

Obrigado!! Seu comentário poderá ser aprovado antes da publicação.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.