Militaria Reviews 

Review 1/35 Miniart Valentine II Mk. III # 35096

            O Veículo

Existem várias explicações propostas para o nome Valentine. De acordo com a mais popular dela, o motivo é que o projeto do blindado foi apresentado ao Ministério da Guerra no dia 14 de fevereiro de 1940, o famoso Dia dos Namorados inglês, o dia de São Valentim.  Algumas fontes dizem que o projeto foi apresentado no dia 10 de fevereiro e o nome seria uma homenagem a Sir John Valentine Carden, o homem que liderou o desenvolvimento do A10 Vickers.

            Baseado no tanque Cruiser A10, o Valentine foi concebido pela Vickers-Armstrong. A equipe de desenvolvimento tentou atender as exigências de um tanque mais leve, mas permitindo a utilização da transmissão e ouros componentes do A10. O resultado foi um veículo compacto, com interior muito apertado e torre para dois homens e blindagem mais fina. Mas como o tanque era mais leve e tinha uma velocidade bem maior, além de ter um projeto de mais fácil produção e com um custo muito menor.

            O Valentine entrou em combate em novembro de 1941, durante a Operação Cruzado, quando a Primeira Brigada de Tanques do Exército, apoiada por 4 divisões indianas e da Nova Zelândia, com a tarefa de suprimir as forças do Eixo na fronteira da Líbia.

            Variantes

            Devido ao seu design, casco e elementos de rolagem, o Valentine foi utilizado como base em um grande número de veículos especializados, notadamente as armas auto-propulsadas Archer 17 pdr e Bispo 25 pdr.

            Apesar da quantidade de defeitos, o Valentine teve, em todas as suas versões, mais de 8.000 unidades produzidas. Era o único tanque britânico totalmente confiável nos momentos de crise. Sua produção foi encerrada em 1944.

Valentine II Mk III

Motor: diesel, AEC A190 135 hp

Armamento: um canhão de 57 mm QF 2 pdr e uma metralhadora 7,92 mm

Tripulação: 3 homens

Peso: 16  toneladas

Velocidade: 24 km/h

Autonomia: 145 km

A seguir algumas fotos da época do conflito e alguns exemplares conservados:

Fontes:

– militaryfactory.com

– ww2db.com

– Wikipedia.org

– wwiivehicles.com

O Fabricante

Ultimamente temos falado bastante aqui no Spruemaster sobre a Miniart. Mas não que ela não mereça. Fundada no ano de 2001, a Miniart Models tem sua sede na Ucrânia. Traz no seu catálogo miniaturas históricas medievais e algumas edificações na escala 1/72, uma boa série de figuras WW II na 1/35, alguns veículos também nessa escala e acessórios interessantes, como uma cozinha de campo russa, vários tipos de munição, rodas , peças de artilharia, entre outros. Porém os kits que tornaram a Miniart conhecida e conceituada no mundo do modelismo são os seus prédios, ruínas e acessórios para dioramas. Oferece uma boa quantidade de opções, casas, ruínas de igrejas, fábricas, muros, pontes, postes. Construções de vários países e várias épocas do conflito.  Vale a pena uma boa visita em seu web site: http://miniart-models.com.

O Kit

Premiado e esgotado. Não tenho certeza se é ou não uma edição limitada, mas é o melhor kit de militaria inglesa quejá tive a oportunidade de avaliar. São 12 sprueas, incluindo as figuras da tripulação, mais uma folha de PE, além dos decais. Aliás, os decais são a única coisa que deixa a desejar no kit. Não só neste, mas nos outros kits da Miniart que pude avaliar.

Incluindo as lagartas LBL, são 657 peças injetadas no já tradicional plástico cinza. Macio, mas firme, sem ser quebradiço.  As lagartas são muito fiéis, mas para cada elo são 4 pontos de injeção, o que vai dar um certo trabalho para separá-los das árvores e para lixar e limpar.

Outro ponto forte são os rebites. Muito bem dimensionados e representados em todas as partes do kit. Vem com um certo detalhamento interno, na posição do motorista e também um bom detalhamento da culatra do canhão e do equipamento de rádio, que é posicionado na parte de trás da torre. E como essa não é colada ao kit, sua retirada vai permitir a visão desses detalhamentos na parte de dentro do veículo. Um cano em metal faz falta neste kit, pois iria valorizar bastante o modelo. Não sei se já existe alguma coisa de atermarket para ele. Mas vale dedicar um tempo para pesquisar o lado de dentro do blindado e produzir alguma coisa em scratch mesmo.

O detalhamento geral do kit é impressionante. Destaco o suporte da antena na parte traseira da torre e o tanque externo de combustível. Nota-se que o trabalho de pesquisa foi intenso e o desenvolvimento dos moldes, muito bem planejado. Mas muitas peças vão se quebrar durante a montagem, dada a delicadeza e respeito à escala que a Miniart colocou nesse projeto.

O manual de instruções é bem claro, explicando a montagem dos sub-conjuntos separadamente e depois a sua colocação no kit.  Acompanha também uma folha colorida, com as indicações de cores e aplicação dos decais.

Enfim, é mais um excelente kit produzido pela Miniart. Eu não indicaria este kit para iniciantes e os mais experientes vão ter bons momentos na sua montagem.

A HobbyTerra gentilmente nos enviou esse kit para a produção deste review. Seu preço fica em torno de US$ 35, ou aproximadamente R$ 59,00. Um preço muito bom para um kit deste nível. Para adquirir, basta clicar aqui.

Para saber como comprar da HobbyTerra, clique aqui (tutorial em português)

Nas fotos abaixo, o kit e na seqüência algumas imagens do kit montado, que copiei do site da Miniart.

É isso aí !!!

Fernando Zavarelli
 

Posts Relacionados

Deixe seu comentário

Obrigado!! Seu comentário poderá ser aprovado antes da publicação.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.