Aviação Reviews 

Review – 1/48 A-6E INTRUDER- KNETIC #K48023

A aeronave,

O Grumman A-6 Intruder é um jato bimotor de ataque. Foi operado pela US Navy e Marine Corps entre os anos de 1963 e 1997 substituindo a A-1 Skyraider. E depois sendo substituído pelos F-14 Tomcat e F-18 Hornet.  O Intruder é capaz de operar em qualquer condição climática seja ou dia ou noite, e é capaz de carregar até 15000kg de armamentos ( o dobro de um B-17 Flying Fortress!)

Uma das características do Intruder é que o piloto e seu RIO (Radar Intercept Officer) operam lado a lado e não em tandem como a grande maioria das aeronaves militares, outra caracteristica é seu cockpit em formato de “girino”. Isso lhe rendeu alguns apelidos como “Double Ugly”, “Drumstick”, e “Iron Tadpole”.

Ele foi usado largamente durante os conflitos no Vietnã contra alvos no solo, também participou das ações do “Desert Storm” no Iraque e depois na operação “Restore Hope” na Somália. Além de uma breve participão nos conflitos da Bósnia. Foi operacional na USAF de 1963 até 1967

O Intruder chegou até a estrelar um filme em Hollywood, chamado “Flight of the Intruder” de 1993 com Willien Dafoe, veja o trailler e também um outro vídeo com belas imagens desta fantástica máquina.

A versão A6-E foi a versão definitiva de ataque. Entrou em serviço em 1970 e trazia muitas melhorias incluindo sistemas de navegação e ataque, FLIR, e a capacidade de levar armamentos mais modernos incluindo armas guiadas a laser, permitindo ao modelo atacar alvos em movimentos como caminhões e tanks. Cerca de 445 aeronaves foram construídos, sendo deste número 240 unidades convertidas de modelos anteriores (A/B/C)

Fontes:

Gunston, Bill. Spick, Mike :  Modern Air Combat. New York: Crescent Books, 1983. ISBN 0-517-41265-9

‘Carrier Strike’ – US Navy and Marine Corps Aircraft at Sea. Review aqui. ISBN 978-1-906959-29-6

http://www.intruderassociation.org/

O kit,

Composto de 15 sprues, sendo 14 em cinza e um para as transparências, o kit é composto de não menos que 348 peças. Os painéis são em baixo relevo, e pelo que pude comparar com alguns desenhos, estão corretos. O canopy tem as formas corretas, porém a sua montagem é do mesmo jeito que o Prowler da mesma marca, a peça vem divida ao meio, e a montagem exigirá muito cuidado.

Os freios aerodinâmicos podem ser montados abertos ou fechados. Assim como as asas podem ser montadas dobradas (economizando espaço após a montagem) ou estendidas, o estabilizador também pode ser montado em qualquer posição. Uma coisa que gostei bastante é que a parte central das rodas pode ser montada separada facilitando muito a pintura, o gancho de retenção também pode ser montado estendido.

O nariz é moldado em separado, possibilitando a adição de aftermarkets, ou mesmo de peso após a montagem. O kit traz os seguintes armamentos:

  • 1 x tanque ventral (central)
  • 2 x AGM-84 Harpoon
  • 2 x MER
  • 12 x Mk.82 Snakeye
  • 2 x tanques sublares

O modelo permite a montagem de 3 pinturas, sendo:

  • A-6E , 155704, VA-115, NF/500, USS Independence, Jul 1996.
  • A-6E , 155622, VA-115, NF/500, USS Independence, Aug-Oct 1996.
  • A-6E , 164310, VA-115, NF/501, USS Independence, 1994.

Em um teste a seco a fuselagem encaixa de maneira muito boa, o dorso é montado em uma terceira parte, assim como a parte onde se encaixa o gancho de retenção.

Achei os detalhes dos cockpit um pouco fracos, o painel de instrumentos não tem detalhes dos ponteiros, mas nada que não possa ser resolvido com um aftermarket. Atualmente é possível encontrar estes aftermarkets para o modelo:

1/48 M.B. Gruea (A-6E/EA-6A) ejection seat – Assentos em Resina
1/48 A-6E Desert Storm Intruders – Decalques para as aeronaves da Operação Desert Storm
Mask 1/48 A-6E (KIN) -Máscaras de pintura para o canopy
1/48 A-6E interior S.A. (KIN) – SET de PE para o interior
A-6E exterior 1/48 – SET de PE para o exterior
SET A-6 wing fold (KIN) – SET de PE para a dobra das asas

Clique aqui para ver mais aftermarkets disponíveis.

Fora estes detalhes, achei a ideia de montar com as escadas abertas fantástica, este é um modelo que faz a nossa mente viajar pensando em bom e grande diorama… itens como este com certeza inspiram ainda mais a construção de um diorama…

Kit fortemente recomendado.

Onde comprar,

A Luckymodel vende este kit custa apenas US$65,70 já com envio para o Brasil, o que daria aproximadamente 133,00 Reais para compar clique aqui. E comprando o SET de PE para o interior junto com o kit há um desconto, saindo o SET por cerca de 10 Dólares.S

Se você não sabe como comprar da Luckymodel, leia este tutorial em português.

Para  fazer compras no exterior, recomendo a leitura destes dois tutorias:

– Fazendo Compras em lojas no Exterior

– Fazendo Compras no Exterior sem Cartão de Crédito Convencional

Meus sinceros agradecimentos a Luckymodel por enviar este kit para review,

Muito obrigado !!

 

Written by 

Editor do Blog SprueMaster

Posts Relacionados

6 Thoughts to “Review – 1/48 A-6E INTRUDER- KNETIC #K48023”

  1. Ramonespqd

    Muito legal Lucas. To com um A-6 na caixa, no ponto de espera, esperando a vez. Vc sabe onde posso encontrar infos de alguem q montou e postou?
    Um grande abraço!

    1. Oi Ramon, que bom que gostou, fico contente em saber.

      Quanto ao kit montado, dê uma procurada nos fóruns de modelismo que acredito que você irá encontrar. Eu não montei esse kit, ele foi sorteado em uma das promoções do blog 😀

      Plastiabraço!

  2. José Maria

    Olá Lucas,

    Realmente, achei esse kit lindão cara, muito show mesmo, ótima aquisição – no futuro pretendo conseguir também o Prowler.

    Abração, belo review você apresentou aqui.

    Obrigado.
    Zema.

    1. Obrigado Zema.

      Com certeza é um kitaço!

      Plastiabraço

  3. daniel iscold

    Olá amigos. Se o Lucas não se importar gostaria de acrescentar alguns comentários ao seu “review”. Os kit da Kinetic são realmente incríveis e trazem os detalhes ma medida certa. Já montei um Tracker da mesma marca. E os comentários que tenho a fazer são com relação ao plástico que achei um pouco rugoso e precisa de um pouco de lixa para ficar liso. No meu caso foi necessário reforçar um poucos a linhas de baixo relevo. E no caso das rodas, realmente o fato do fabricante mandar as rodas separadas facilita bastante a pintura.
    Porém no caso do tracker (que tem as mesma características) foi necessário usar um pouco de massa para corrigir algumas frestas que ficaram no processo de montagem. Eu usei a técnica do emassamento com DUREPOXI como já expliquei neste site.

    1. É isso aí Iscold,

      Obrigado pelas dicas e comentários!!

      Plastiabraço

Deixe seu comentário

Obrigado!! Seu comentário poderá ser aprovado antes da publicação.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.