Aviação Reviews 

REVIEW – 1/72 – Bf-110E – EDUARD – #7083

A aeronave,

O Messerschmitt Bf 110 foi um caça bimotor  projetado por Willy Messerschmitt. Embora fosse equipado com dois motores Daimler-Benz, sua performance não foi a esperada e suas primeiras missões de combate de escoltar os bombardeiros alemães durante a  Batalha da Inglaterra foram um desastre total. O modelo não era ágil o suficiente para combater os caças ingleses.

Devido a sua performance fraca como caça de escolta o modelo foi utilizado em diversas outras missões,  mas foram nas missões de caça noturna que modelo se destacou na função  “Zerstörer” (destruidor em Alemão).

A partir do inverno de  19401 duas novas variantes do Bf-110 surgiram, o Bf-110E e o Bf-110F. O modelo E era um pequeno upgrade do modelo D, com equipamentos melhores, blindagem reforçada, melhorias estruturais e racks para 4 bombas de 50kg ou um par de bombas de 500kg. O modelo e foi produzido nas subvariantes E1 até E-3. O modelo F, surgiu com acréscimo de potência, pois possuía o novo motor DB610F e foi produzido nas variantes F1 até F4, a versão F4 foi a primeira versão produzida especificamente para caça noturna. Quando a produção se encerrou em março de 1945 um total de 6050 Bf-110 haviam sido construídos em todas as suas variantes.

A grande maioria dos ases noturnos alemães voaram o Bf-110, destacand0-se entre eles o Major Heinz-Wolfgang Schnaufer que voando exclusivamente o Bf-11o obteve 121 vitórias em 164 missões de combate. Um dos grandes ases do Bf-110 Major Martin Drewes (52 vitórias), vive no Brasil desde 1949 e tem muita história para contar. O pessoal do Blog Sala de Guerra fez um excelente documentário cobrindo a história deste bravo homem, que inclusive trabalhou na construção de Brasilia. Vale a pena assistir e quebrar alguns paradigmas que as pessoas pensam entre soldados e governantes 😉

O manual da aeronave pode ser baixado aqui.  Leitura recomendada aqui

Em tempo, o Major Martin Drewes voou 3 modelos de Bf-110, sendo:

– Messerschmitt Bf 110 C-4

– Messerschmitt Bf 110D-3

– Messerschmitt Bf 110G-4

O kit,

Composto por 8 sprues sendo 7 injetados em marrom e 1 para as transparências o kit possui no total 171 peças. Também faz parte do do pacote profipack um set de photoetched colorido e máscaras para pintura.

O que chama a atenção no primeiro momento em que se abre a caixa é a quantidade de sprues e peças para um kit em uma escala pequena, mas ao abrir o manual logo se vê que uma grande parte das peças não serão utilizadas denunciando que muitas outras versões estão por vir. Também gostei da maneira de embalagem, cada sprue em um saquinho separado.

A primeira coisa que se nota no manual é que nem todas as peças que não serão utilizadas estão marcadas, como por exemplo, o kit vem com 4 fuselagens e 4 estabilizadores verticais, mas na primeira página do manual não está marcado qual deles não se deve utilizar, portanto recomento um pouco de estudo e cuidado antes de começar a montagem pois podem haver mais enganos no manual ( junto com o kit vem uma folha de papel indicando uma errata). O manual do kit pode ser baixado aqui.

Os detalhes do interior são excelentes, com instrumentos em alto relevo no painel. Os detalhes em PE colorido complementam em muito os detalhes do interior. A fuselagem é muito bem representada com detalhes em baixo relevo muito fino. Rebites e portas de acesso também estão bem representadas. Os ailerons estão separados das asas permitindo montá-los em uma posição mais realística. Os flaps estão moldados nas asas, mas já preveem a opção de cortar e montar separado. A variedade de armamentos presentes no kit também é muito boa, assim como as opções de tanques subalares e ventrais.  Uma coisa que chama a atenção é a quase ausência de pinos de encaixe, mas acredito que não haverá problemas no momento da montagem.

O trem de pouso é bem detalhado, os pneus são simples, sem marcas, e as portas do trem também, sem detalhamentos internos do porão de rodas ou das tampas.

Os decalques são impressos pela própria Eduard, com qualidade excelente. Sem marcas, rebarbas ou sobras de verniz. Uma boa quantidade de stencils estão presentes na folha de decalques também.

As máscaras já recortadas facilitam em muito a pintura, mas a Eduard podia copiar a TAMIYA e fazer uma impressão de códigos nas máscaras para facilitar a colagem.

Os decalques preveem as seguintes marcações, (clique para abrir)

A Eduard já lançou uma série de aftermarkets que complementam ainda mais a montagem do modelo. São eles:

 

Onde comprar,

Este kit pode ser comprado na Modelimex por 16,20 Euros (já com desconto de 20% para compradores do Brasil), ou cerca de 42,00 Reais. Para comprar clique aqui.

Se você não conhece a Modelimex, sugiro ver este link com uma visita que fiz à loja ou este tutorial que explica como comprar na Modelimex.

Se você não sabe como fazer compras no exterior, recomendo a leitura destes dois tutorias:

– Fazendo Compras em lojas no Exterior

– Fazendo Compras no Exterior sem Cartão de Crédito Convencional

Meus sinceros agradecimentos ao pessoal da Modelimex por enviar mais este kit para review!

Written by 

Editor do Blog SprueMaster

Posts Relacionados

2 Thoughts to “REVIEW – 1/72 – Bf-110E – EDUARD – #7083”

  1. Paulo Castro

    olá Lucas
    O kit é muito bom mesmo hein? Mas não entendi direito se uma das versões é exatamente a do Drewes.
    Abraços
    Paulo

    1. Oi Paulo,

      Realmente este é um kit muito bonito e parece montar muito bem.

      Não, este kit não prevê nenhuma versão do Drewes, uma vez que este kit é um 110-“E” e o Drewes voou os modelos “C-4”, “D-3” e “G-4”.

      Plastiabraço!

Deixe seu comentário

Obrigado!! Seu comentário poderá ser aprovado antes da publicação.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.