Aviação Reviews 

1/48 AMX A-1 Fighter – Hobbyboss ou Kinetic?

Esta é uma grande dúvida que muita gente tem, e que já recebi diversos emails perguntando qual seria o melhor, então vou mostrar neste artigo os dois kits.

A ideia é apenas mostrar OS KITS, não vou entrar em detalhes para saber se o kit representa fielmente a aeronave real, essa tarefa eu deixo para os meus queridos contadores de rebites, a ideia aqui é apenas mostrar as diferenças dos kits e deixar o leitor decidir qual será o escolhido para sua diversão. Eu nunca me importei se o kit está “certo” ou não, o que sempre me importou foi a diversão da montagem, neste quesito qualquer um deles me faria feliz 😀 

Para quem precisa de referências, em 2015 postei algumas fotos de detalhes do AMX, para ver clique aqui.

A-1A Ground Attack Aircraft – Hobbyboss #81742

 O kit compreende duas folhas de decalques, uma folha de photoetcheds, 8 sprues injetados em cinza e um para as transparências, além de pneus em vinil.

O kit é composto de aproximadamente 200 peças, o manual é em formato A4, possui 8 páginas, 10 passos de montagem e está em Mandarin e Inglês. As referências de cores são para as tintas acrílicas Gunze Sangyo e os decalques permitem a construção da mesma aeronave FAB-5506 em duas pinturas diferentes. Este AMX é operado pelo Esquadrão Adelphi, baseado em Santa Cruz no Rio de Janeiro. Ainda com o kit está presente uma folha A4 colorida com as referências para pintura. O manual é claro na montagem, e trás 6 opções possíveis de armamento para a montagem.

O cockpit tem os detalhes suficientes para a escala, e os instrumentos de painel podem ser pintados ou utilizado um decalque com os mesmos. Em photoeteched estão presentes os cintos de segurança, os espelhos da bolha do canopy e alguns detalhes do assento.

As linhas de painel são em baixo relevo e muito finas, portanto cuidado ao pintar para não sumir com os detalhes, vi um destes montado que o modelista aplicou uma camada muito grossa de tinta (ou primer) e os detalhes mais finos simplesmente sumiram.

O ponto mais forte do kit são as asas, pois ele permite montar o modelo com os slats e flaps baixados assim como os spoilers levantados, eu gosto desse tipo de detalhe. O manual não é muito claro caso o modelista opte por não montar desta forma, mas ao que me parece ao menos os flaps não há como montar levantados (o manual não mostra essa opção).

Os porões de rodas são simples, sem detalhamento interno nas portas, mas justos, achei apenas a tubeira um tanto quando simples.

Uma coisa que me intrigou nas instruções/decalques é a presença de um decalque escrito “Buscaglia” para ser utilizado nos tanques, estes decalques se referem a uma aeronave Italiana e acredito que a FAB não tenha usado tais tanques. Os decalques trazem alguns stencils para os armamentos, e também as respectivas marcações da FAB, achei a impressão um pouco grosseira.

Mesma coisa quanto ao armamento, não sou “FABiano” (entendedor de tudo relacionado à FAB) mas acredito que o armamento presente no kit não seja utilizado pela nossa Força Aérea

Algumas fotos do kit:

 

Enfim, é um kit padrão Trumpeter, ou seja simples.

AMX Fighter Single-Seater – Kinetic #K48026

Ao julgar pelo peso e tamanho da caixa já é possível perceber que o kit da Kinetic certamente possui mais sprues que o Hobbyboss.

O modelo também tem aproximadamente 200 peças, no total são 7 sprues injetados em cinza e dois para as transparências. O manual é em formato A4 e possui 17 páginas e 22 passos de montagem.

Achei os detalhes de relevo mais coerentes nesse modelo, principalmente nas asas, o kit da Hobbyboss tem as asas meio “peladas” quanto a linhas de painel.

O cockpit tem ótimos detalhes em relevo porém nenhum decalque para os instrumentos. O kit permite a construção de três versões, a Italiana AMX, e as Brasileiras A-1A e A-1M. Para isso dois conjuntos de nariz estão presentes no kit.

Gostei bastante dos detalhes dos porões de rodas, porém neste kit também não há detalhes na parte interna das portas do porão.

Algo que neste kit chamou minha atenção foi a presença do duto de ar até a turbina, e também da borda da entrada de ar vir separada, essa parte geralmente é em alumínio e vindo separada o processo de pintura fica muito mais fácil. É visível que a Kinetic fez uma boa lição de casa ao fazer o projeto do kit.

Os flaps e slats podem ser montados abertos ou fechados, e isso está bem claro no manual, dando ao modelista total liberdade para montar como quiser, apenas os spoilers nesse caso não estão separados. Também o leme pode ser montado em qualquer posição assim como o profundor.

O manual trás duas opções de armamento, uma para o AMX e outra para o A-1M porém sem armas nacionais.

Os decalques são impressos pela Italiana Cartograf, e desenhados pelo Felipe “FCM” Miranda, garantindo exatidão e qualidade dos mesmos. No manual de instruções estão presentes as seguintes versões:

  • Aeralita-Aemacchi-Embraer A-1A 1º/16º Grupo de Aviação – Esqu. Adelphi – Rio de Janeiro – 2008
  • Aeralita-Aemacchi-Embraer AMX 51º Stormo – 132º Gruppo Caccla Bombardleri Ricognotori – Treviso – 2007
  • Aeralita-Aemacchi-Embraer A-1AInternacional Security Assistence Force Task Group “Black Cats” 51º Stormo – Afghanistan – 2009

Também há instruções para uma enorme quantidade de stencils para a versão italiana e brasileira. Curiosamente na folha de decalques há mais versões disponíveis mas elas não estão presentes no manual.

O kit trás uma pequena folha de photoetched com alguns detalhes, porém já há disponível no mercado um aftermarket com os instrumentos, ele é produzida pela dreammodel e recomendo fortemente a aquisição do mesmo para a montagem do kit.

O maior problema que encontrei neste kit foi o canopy ter vindo trincado (ver foto), embora muito bem protegidos no processo de moldagem. Parace um trinco mas é interno, acredito que foi algo no processo de moldagem de peça. Vou tentar conseguir uma nova peça com o pessoal da Kinetic.

No quesito qualidade e detalhamento certamente o kit da Kinetic é bem superior. Basta ver pelas fotos.

 

Bom caro leitor, acredito que este artigo seja de grande ajuda no momento de escolher qual kit comprar, claro que o preço também influencia, sendo o Hobbyboss uma opção mais barata.

Como os kits não são meus, não foi possível fazer um “dry-fit” das partes para poder comparar melhor, mas acredito que as fotos sejam suficientes para a escolha do modelista.

Quero deixar meu mais sincero agradecimento aos meus amigos Ricardo e Fernando que emprestaram seus kits para que eu pudesse escrever este artigo para você. Obrigado rapazes!

É isso aí e até a próxima!

Written by 

Editor do Blog SprueMaster

Posts Relacionados

7 Thoughts to “1/48 AMX A-1 Fighter – Hobbyboss ou Kinetic?”

  1. OSWALDO LUIZ ANTONELLI

    Lucas, eu estava procurando um da Kinetic, mas não tenho encontrado pra comprar. Saberia me dizer onde encontro no Brasil? Ou só lá fora?

    Abraços.

    1. Bom dia Oswaldo, aqui no Brasil não conheço nenhuma loja que tenha 🙁

      Plastiasbraço!

  2. Eduardo Brettas

    Diante do que você escreveu e das fotos deu para saber qual kit é melhor no quesito detalhe. Sei que os kits não te pertencem, mas seria legal colocar depois um review da montagem dos dois kits para completar a matéria. 😉

    1. É isso ai Brettas,

      A decisão do “melhor” fica a cargo do leitor ;). Vou ver se consigo um destes para montar.

      Plastiabraço!

  3. SENSACIONAL!!! Valeu por nos presentear com matérias tão nobres e acima de tudo manter vivo o nosso tão amado Hobbie!
    A todos FABianos como eu, é com enorme satisfação que vejo um post como esse, saber que sim temos opções para montar as aeronaves que estamos acostumados a ver nos shows aéreos.
    Valeu Lucas!!!

  4. Rogerio 77

    Olá Lucas, quero ser sincero, e não apenas elogiar, pois acho que assim é que se melhora. Seu site é muito bom e mantido com muito capricho, não tenho críticas quanto à ele, mas achei esta matéria muito superficial e em nada me ajudou a escolher qual dos dois escolher. Não sei qual tem as melhores formas nem qual tem um bom encaixe vendo o que vi aqui. Fotos das árvores dos dois já vi em vários sites, pensei que veria, pela primeira vez, um bom comparativo entre os AMX 1/48 do mercado, mas não foi desta vez.
    Abraço e continue com este blog bacana e pleno vapor.

    1. Oi Rogério tudo bem?

      Obrigado pelo seu comentário, como os kits não eram meus (foram emprestados de dois amigos), eu não pude fazer este tipo de teste, pois eu não podia retirar as peças das árvores!

      Evitei dar muitos comentários sobre cada kit, justamente porque não queria ter discussões com os “contadores de rebites“, pois quando o assunto é FAB existem milhares de experts para dar opinião. Então acredito que quanto a fidelidade do modelo, isso já deve ter sido bastante discutido nos Fóruns e Grupos por aí. Eu também queria poder ter feito um dry-fit das fuselagens pra comparar e tudo o mais, mas como os kits não eram meus, infelizmente não tive como fazer.

      Embora possa parecer superficial a qualidade das fotos mostra claramente que o kit da Kinect tem mais detalhes que o HobbyBoss

Deixe seu comentário

Obrigado!! Seu comentário poderá ser aprovado antes da publicação.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.