Aviação Reviews 

Review 1/48 Neiva T-25 Universal – Duarte – #DA48-03

O Neiva T-25 Universal

Foto: Marcelo Castilhos de Oliveira

O Neiva Universal teve seu desenvolvimento em janeiro de 1963 para atender uma requisição do Ministério da Aeronáutica que visava substituir os aviões treinadores Fokker S.11 e S.12. O projeto encabeçado pelo  Eng. Joseph Kovacs foi aceito pela FAB e foi autorizada a construção de um protótipo para ensaios. O protótipo realizou seu primeiro voo em 29 de abril de 1966 e tinha a matrícula PP-ZTW.

Após os ensaios a FAB assinou um contrato com a Neiva para a aquisição de 150 aeronaves, mais tarde reduzido para 140. Seis aeronaves foram exportadas para o Chile.

O Universal, batizado na FAB de T-25 se tornou a aeronave padrão de treinamento da FAB, até ser substituído pelo Tucano, porém até hoje eles continuam em uso na Academia da Força Aérea como treinador básico dos Cadetes. Aproximadamente 83 unidades das 140 entregues para a FAB permanecem em voo)

O T-25 possui motor Lycoming de 300HP, capacidade acrobática (com algumas limitações) e pode levar até pequenas bombas, foguetes ou casulos lança foguetes. O T-25 chegou até a ser utilizado pelo EDA (Esquadrilha da Fumaça) por um curto período de tempo porém suas limitações principalmente de voo de dorso que era limitada a apenas 15 segundos) fez com que ela fosse abandonada pelo Esquadrão que logo as substitui pelo T-27 Tucano em 1983.

Fonte: Pereira, Roberto – Enciclopédia de Aviões Brasileiros, Editora Globo,1997 ISBN 85-250-2137-7


O kit do T-25 Universal

Este é um dos lançamentos mais esperados pelos modelistas brasileiros, um T-25 Universal na escala 1/48. O Tangão como é conhecido na FAB é uma aeronave icônica entre os amantes da aviação brasileira e merecia um kit nesta escala tão amada pelos modelistas brasileiros.

Composto de aproximadamente 61 peças o kit é totalmente produzido em resina, então não é recomendado para modelistas com pouca ou nenhuma experiência em montagem de modelos. As transparências são em vaccum forming e o kit fornece duas peças, uma de reserva para o caso do modelista errar no corte. As transparências são boas embora eu recomende um pouco de cera future ou Gauzy Agent da AK Interactive para melhorar a transparência. Ainda no canopy uma peça em resina é fornecida para se fazer o frame interno um detalhe bom e delicado de se fazer com certeza. Também em vaccum forming estão presentes as luzes das asas.

As pernas do trem de pouso são em metal e exigem um pouquinho de trabalho para finalizá-las pois a superfície está um pouco rugosa, mas nada difícil de se fazer. As rodas tem bons detalhes incluindo até o sistema de frenagem. O interior do trem de pouso é bem detalhado e possui algumas fiações e alguns outros pequenos detalhes.

O exemplar do kit que recebi esta com a fuselagem um pouco empenada mas num teste à seco isso não foi um problema, aliás achei o encaixe bom, pois mesmo à seco sem nenhum tipo de lixamento ela já encaixou bem, pelo jeito a montagem desse kit promete! Ponto super positivo pro Duarte.

Trabalho de inclusão dos rebites nos masters do kit

Quanto a asa a maneira como o Duarte a dividiu foi muito inteligente, ela está dividida em 3 partes e isso evita o empenamento das peça e ainda facilita bastante o encaixe da asa à fuselagem que desta maneira me pareceu muito fácil. As linhas de painel são boas embora necessitem em alguns pontos de ser refeitas todo o rebitamento está presente e é bastante fino e adequado para a escala porém um pouco de cuidado será necessário para refazê-las caso o modelista precise lixar algum lugar. Não exagerar no primer também será muito importante. Aliás todo o rebitamento do master do kit foi feito à mão pelo Duarte, se isso não for digno de um troféu não sei o que é!

O interior do kit é detalhado e os assentos possuem os cintos já moldados algo que gosto bastante em assentos em resina, e o cuidado foi tanto que a posição dos cintos é diferente em cada um dos assentos. O painel de instrumentos possui apenas furos onde deveriam ser os instrumentos a representação é boa mas modelistas mais puristas certamente vão querer colocar os instrumentos ali. Acredito que um decalque com os instrumentos poderia ter sido fornecido com o kit.

O interior também possui manches, pedais  e detalhes do canopy, que pode ser montado fechado ou aberto. Alguns detalhes no kit de maneira geral achei pequenos e frágeis para a resina e o fabricante poderia ter fornecido estas peças em photoetched, por exemplo, quem sabe em uma versão 2 do kit :). O interior de maneira geral é bastante completo e de montagem delicada portanto o modelista deverá montar essa área com bastante atenção.

Algumas outras peças também estão presentes como antenas, acabamento do wheel bay e outros, essas peças possuem um pouco de rebarba do processo de moldagem porém isso é normal em kits de resina.

O manual do kit consiste em uma folha tamanho A4 com diagramas da montagem em 3D, achei simples de entender e acredito que não haverá problemas na montagem. As cores são indicadas no padrão FS (Federal Standard) e não indicam nenhuma marca, porém os fabricantes de tintas nacionais como o Tom Colors ou o Dry Colors poderão fornecer essas cores. O manual também indica para se colocar um peso no nariz mas não informa quantos gramas são necessários.

De maneira geral a qualidade da injeção da resina está muito melhor do que os kits de resina nacionais anos atrás e certamente o Duarte está no caminho certo. Não há em nenhum lugar do kit, por exemplo, bolhas o que costumava ser um terror em kits de resina.

A maioria dos modelistas tem um pouco de resistência em montar kits de resina, devido ao seu grau de dificuldade. Isso se deve ao fato que no passado os kits eram realmente muito ruins e difíceis de montar pois era tudo praticamente artesanal. Com a facilidade de acesso a impressão 3D muito se melhorou nesse aspecto, já montei kits de resina importados que montam mais fáceis que um kit injetado e isso se deve justamente ao fato dos protótipos serem melhor produzidos bem como o processo de fabricação ter melhorado.

Aqui no Brasil não só o Duarte como outros fabricantes tem melhorado em muito a qualidade de seus moldes de resina e acredito que isso irá fazer com que muitos modelistas comecem a quebrar esse tabu de que kit de resina é ruim.

Falando em resina é sempre bom lembrar que esses kits devem ser montados com cola de cianocrilato de boa qualidade (compre sempre um tubinho novo para a montagem ok?) e que todas as peças devem ser lixadas com água ou usando máscara pois o pó da resina é tóxico, segurança sempre em primeiro lugar pessoal! Outra dica, se alguma peça estiver empenada basta mergulhar em água morna por alguns segundos e colocar a peça no lugar.

Se eu recomendo o kit? Nem precisa dizer que sim! O meu já está em processo de montagem e em breve posto aqui no Blog!

Onde comprar,

Este kit pode ser comprado com na Plastic Kits, custa R$350,00 + frete. Para comprar basta clicar aqui. Se você quiser também pode comprar diretamente com o Duarte, clicando aqui

Meus mais sinceros agradecimentos a Plastic Kits e ao Duarte por enviarem esse exemplar para review!

Written by 

Editor do Blog SprueMaster

Posts Relacionados

4 Thoughts to “Review 1/48 Neiva T-25 Universal – Duarte – #DA48-03”

  1. Ilsen

    Como faço para adquirir uma miniatura dessa ? Vou deixar meu e-mail para enviar um link para compra . [email protected]

    1. Oi Ilsen,

      Conforme indicado na matéria, você pode comprar na Plastik kits, (www.plastickits.com.br) ou com o Duarte (https://www.facebook.com/duartemodels/)

      Plastiabraço!

  2. Ricardo Augusto dos Santos

    Finalmente!!!! Por mais kits FAB

  3. Sergio

    Bom dia,Lucas.
    O meu kit já chegou, já foi lavado e em breve inicio a montagem. Acho que esse kit promete ser divertido.
    Plastiabraços
    Sergio

Deixe seu comentário

Obrigado!! Seu comentário poderá ser aprovado antes da publicação.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.