Tutoriais 

Tudo o que voce sempre quis saber sobre Aerógrafos – Parte II

Continuando ao artigo sobre aerógrafos, vamos conhecer mais  um pouco desta maravilhosa ferramenta.

Existem várias classificações e tipos de aerógrafos, que levam em consideração sua mistura de tinta, tipo de alimentação da tinta etc..

Vou falar das mais comuns e mais usadas para o meio de modelismo que é que mais nos interessa.

Quanto a Mistura Tinta + Ar existem duas classificações, os de mistura externa e interna.

A mistura ar e tinta é o que determina o “leque” de abertura de tinta do aerógrafo

Nos aerógrafos de mistura externa, o ar e a tinta se misturam do lado de fora do aerógrafo, quando você pressiona o gatilho, ele joga o ar que puxa a tinta do reservatório, misturando os dois na ponta do aerógrafo, os ajustes que se tem são de pressão do ar, quanto mais você aperta o gatilho mais pressão de ar, e o leque pode ser ajustado previamente antes de pintar, porém não existe um controle durante a pintura e o tamanho mínimo do leque de pintura também é bastante limitado. Este tipo de mistura se dá em aerógrafos de ação simples que explicarei a seguir.

Aerógrafo Ação Simples

Nos aerógrafos de mistura interna, o ar e a tinta se misturam do lado de dentro do aerógrafo, em uma câmara normalmente na ponta do aerógrafo, isto facilita em muito o controle de cada um, assim uma pequena agulha é intrudiza dentro de um tubo por onde saem a tinta e o ar juntos, com isso é possível fazer traços de spray muito finos, pois a agulha serve como uma “tampa” para esse pequeno tubo, em alguns aerógrafos mais refinados, é possível fazer traços com de até 0,2mm de expessura.

Aerógrafo Dupla Ação

Quanto ao tipo, possuímos basicamente dois tipos de aerógrafos.

Ação Simples

É um dos tipos mais básicos, o único controle que se tem é de saída do ar através de um gatilho, o “leque” de tinta é ajustável, porém fixo, ou seja, toda vez que você quiser um leque maior de tinta, terá que ajustar a alimentação de tinta.

Dupla Ação

Possui um controle maior, pois o gatilho tem dois movimentos, para baixo/cima, onde se controla o fluxo de ar, como nos aerógrafos de ação simples, e para trás/frete, onde se controla a agulha, dessa forma é possível controlar uma infinidade de leques de pintura, durante o trabalho de pintura

Leque de tinta de um aerógrafo Ação Simples

Leque de tinta de um aerógrafo de Dupla Ação

Aqui uma demonstração de pintura, o leque maior é feito por um aerógrafo de ação simples e é o traço mais fino que ele é capaz de fazer, o leque menor é o traço mais fino que um aerógrafo de dupla ação faz (no caso um Badger 100)

Comparação de traços Ação Simples x Dupla Ação

Dessa forma fica bem claro que dependendo da aplicação, cada tipo de aerógrafo é o ideal, o de ação simples é melhor para grandes áreas, ou seja pinturas grandes, como aeromodelos, bolhas de automodelos etc. Já o de duplão ação é mais indicado para pequenas áreas porém mais detalhadas.

Alimentação

Gravidade – Permite trabalhar com pressões mais baixas, este tipo de aerógrafo é o que possui mais precisão, pois com baixas pressões é possível fazer traços muito finos. Existem aerógrafos por gravidade com alimentação superior e outros com alimentação lateral.

Sucção – é um dos tipos mais comuns, o ar que passa pela câmara de mistura interna e suga a tinta para o aerógrafo, onde ocorrerá a mistura, no caso de um aerógrafo de mistura interna, no aerógrafo de mistura externa, a sucção da tinta já faz o leque de pintura. Existem aerógrafos  por sucção com alimentação inferior ou lateral.

Ação Simples, por sucção, alimentação inferior

Dupla Ação, por sucção, alimentação lateral

Dupla Ação, por gravidade, alimentação lateral

Partes de um aerógrafo.

Aqui um aerógrafo de dupla ação desmontado, é possível obrservar sua agulha, corpo, gatilho e câmara de mistura.

Partes de um aerógrafo dupla ação

A maioria dos aerógrafos de dupla ação permitem a troca de agulhas e câmaras de mistura, assim é possível ir de leques de tinta bem finos até bem grossos, permitindo uma boa cobertura sobre qualquer tamanho de superfície.

Em alguns modelos é necessário trocar as duas peças em seperado, como os Badger na foto de exemplo, entretanto alguns modelos, como o Testors, tem estas duas peças fundidas em uma só, sendo muitos simples e prática a troca das mesmas.

Agulha do aerógrafo Badger

A camara de mistura é a peça a esqueda nesta foto, com um anel de vedação

Agulha + camara de mistura de um Aerógrafo Testors

Cada cor de bico é uma combinação diferente de agulha

Fontes de ar.

Existem muitas fontes de ar diferentes que podem suprir um aerógrafo, as mais comuns são os compressores de ar  e os cilindros de ar. Estas latas em spray, geralmente são cheias GLP (o gás de cozinha), servem para a aplicação, entretanto o custo operacional deste tipo de produto é bastante alto, tornando-o inviável.

Cilindro de ar Paasche – Foto: Divulgação

Mas então qual o melhor tipo de compressor ? Certamente os melhores tipos de compressores são os dotados de reservatório de ar, pois permitem uma equalização do ar, os compressores que sopram ar diretamente do diafragma não fazem um fluxo muito constante de ar e geralmente devido ao seu aquecimento a umidade condensa, e um pouco de água sempre sai junto com o fluxo de ar, uma solução nestes casos é utilizar um filtro, que além de ajudar a equalizar o ar também irá permitir que o fluxo seja constante. Existem inúmeros modelos de filtros no mercado.

Para quem não tem dinheiro para comprar um filtro, é possível improvisar usando uma garrafa PET, mas este tipo de adaptação pode ser bastante perigosa pois se a garrafa não resistir a pressão ela pode estourar facilmente virando uma granada de fragmentação dentro de sua oficina. Particularmente não recomendo esta adaptações, pois o risco de se machucar é maior, e o prejuízo pode ser bem maior do que comprar um equipamento próprio para esta finalidade.

Compressor de ar direto – Foto: Divulgação

Filtro de ar – Foto: Divulgação

Outra boa alternativa é comprar um compressor profissional com reservatório de ar, como aqueles usados por pintores profissionais. Particularmente eu utilizo um destes com capacidade de 22 litros, o reservatório é preenchido de ar em apenas 4 minutos e é possível trabalhar cerca de 40 minutos com ele completamente desligado antes de precisar encher o reservatório navamenteo. Entretanto este tipo de compressor faz um barulho enorme enquanto enche seu reservatório, o que é uma desvantagem nestes tipos de compressores além do espaço que ocupam, pois para quem reside em apartamentos, o som de seu compressor não será um coisa muito bem aceita pelos seus vizinhos.

Compressor Profissional – Foto: Divulgação

Existem compressores específicos para modelismo, que possuem um ruído muito baixo, alguns fabricantes de aerógrafos fornecem este tipo de compressor. Certo modelos inclusive já vem até com filtro, são excelentes para aerografia, pois ocupam pouquíssimo espaço.

Compressor Testors Mini Blue – Foto: Divulgação

Compressor Sagyma – Foto: Divulgação

Compressor Iwata Jet Lite – Foto: Divulgação
 

Uma outra solução, mas que às vezes nem sempre é barata, pois dá um certo trabalho para ser feito, são os compressores caseiros, é possível encontrar alguns projetos na internet, como este aqui publicado no fórum Webkits.

Algumas pessoas os produzem e  comercializam, este tipo de compressor é composto por um motor de geladeira e um reservatório de ar, que pode ser um cilindro de extintor, botijão de gás ou até mesmo tubos de aço. Este tipo de compressor tem um custo relativamente menor que os profissionais e o ruído que emitem tanbém é bem pequeno, eu diria que é praticamente o mesmo ruído de uma geladeira ligada. Algumas fotos de compressores “caseiros”.

Modelo de compressor caseiro – Fonte: Internet

Foto compressor caseiro – Fonte: Internet

Compressor no estilo “caseiro”, mas produzido para venda – Foto: Divulgação
 

Como é possível ver, existem inúmeras opções no mercado, a limitação é o orçamento e espaço de cada modelista. Bom pessoal por hoje é só, em breve postarei a terceira parte deste artigo. Espero que tenham gostado ,

Não perca as atualizações, assine já o feed do blog e receba um aviso em seu e-mail, clique aqui para assinar.

É isso aí !

Série de Artigos:

Parte I – História da Aerografia

Parte II – Tipos de Aerógrafos

Parte III – Tintas

Parte IV – Limpeza dos Aerógrafos

Written by 

Editor do Blog SprueMaster

Posts Relacionados

43 Thoughts to “Tudo o que voce sempre quis saber sobre Aerógrafos – Parte II”

  1. Mauro

    Lucas beleza?

    Tenho um aero deste do artigo, de ação simples, mas não sei como adaptar a mangueira dele.

    Uso um de dupla ação, mas ele precisou de reparos e vou usar o simples até ele voltar, mas o adaptador que veio não vai servir no meu mini compressor.

    1. Oi Mauro tudo bem?

      Sem ver as medidas da mangueira e do compressor fica um pouco complicado de te ajudar. Tem alguma loja de modelismo perto de onde vc mora? talvez o pessoal por lá possa te ajudar.

      Plastiabraços!

  2. Julia

    Os artigos são muito bons, mas fiquei com algumas dúvidas. O uso de verniz sintético é possível? Segue as mesmas regras das tintas, basta diluir? Vale a pena comprar o mini compressor que além de ser mini parece ser bem silencioso? Obrigada.

    1. Bom dia Julia,

      Pode-se usar qualquer tipo de tinta com aerógrafos. Com relação aos mini compressores, eu já tive um da Sagyma, que só me deu dor de cabeça, pelo menos desta marca eu não recomendo.

      Plastiabraços!

  3. Fausto saito louzada

    Lucas, bom dia. Nao conheço os aerografos esteulla. Qual voce indicaria, sendo o aerografo de açao dupla, para plastimodelismo?

    1. Bom dia Fausto,

      Particularmente gosto do do BC-61 e do BC-60, tem review deles aqui no Blog.

      Plastiabraços e boas montagens!

      1. Fausto saito louzada

        Agradecido. O parabenizo pelo grandiozo blog. Infomaçoes leais e muito bem complementadas. Juntamente com sua presteza em responder duvidas.

        Certamente, nos apraza a cada pagina de informaçao.

        1. Eu é que agradeço pelas palavras Fausto.

          Fico contente em saber que gosta do conteúdo do Blog.

          Plastiabraços!

  4. Phelipe Lyra

    OI Lucas Rizzi; Boa noite. Me salva por favor!!!
    Comprei 1 kit de aerografia com caneta de dupla ação 0,3mm e compressor mini wimpel. Para trabalhar com pintura de mdf, cenário de chão para festas e trabalho com tinta acrilex a base de água. O problema é que na diluição da tinta, para que não fique entupindo, a tinta fica muito aguada, dependendo de várias mãos para chegar no tom da tinta…:/( E tbm não tem o risco preciso, ele fica com aparência esfumaçada. O problema está no aerografo? No compressor que é fraco para este tipo de trabalho?
    Obs.: Sigo corretamente a diluição da tinta, porém, se tento deixa-la mais “viva” logo entope. Perdi muitas encomendas acreditando no comercial do produto. desde já agradeço.

    1. Boa noite Phelipe,

      Seu problema provavelmente é a tinta, eu particularmente não uso Acrilex e não a recomendo para iniciantes no modelismo justamente por esta dificuldade na diluição e uso com aerógrafo.

      Minha experiência se limita ao uso de tintas para o Plastimodelismo (assunto principal do Blog) portanto é difícil para mim indicar para você qual tinta você deve usar para fazer as pinturas.

      Vá até uma casa de tintas e peça ajuda ao pessoal, certamente eles irão indicar para você qual é a tinta ideal para o tipo de trabalho que você pretende fazer.

      Um abraço e boa sorte!

  5. Domingos dos Santos Ferreira

    Olá,estou iniciando no ramo de sublimação de canecas entre outros materiais.Gostaria de saber se existe algum aerografo que eu possa utilizar com resina sublimatica( poliéster)?
    Desde já agradeço.

    1. Oi Domingos tudo bem?

      Meu conhecimento sobre aerógrafos se limita ao uso na área de modelismo, acredito que quem venda este tipo de tinta possa lhe ajudar ou algum fabricante como por exemplo a STEULA.

      Boa sorte em sua procura!

  6. Fausto Saito Louzada

    Lucas. Primeiramente, tem um otimo blog. Minha duvidas:

    1- o adiquirir um aerografo de açao dupla, quais agulhas sao necessarias, fazendo desde trabalho bem fino a um trabalho que exija pintura mais espessa, como a pintura de fuselagens. (plastimodelismo – desde escalas 1/74 mais detalahda a maiores)

    2- É necessario adquirir, tambem, alem de um aerografo de açao dupla, um de açao simples? (para pintura mais larga, espessa)

    3- Quanto ao compressor Aztec Testors Mini Blue, ele vem completo para que ja se inicie o trabalho com o aerografo? Supre a necessidade em PSI, tanto para aerogtafos de açao simples, quanto açao dupla?
    (gostei do preço dele)

    1. Oi Fausto, que bom que gostou do blog.

      Vamos as respostas:

      1- Você não vai precisar de agulhas menores do 0,3mm (quem usa agulha menor é quem pinta quadros), menor do que isso para plastimodelismo dependendo da tinta que usar você só vai ter aborrecimento, pois vai entupir a todo momento, eu pinto kits na escala 1/144 usando um aerógrafo de 0,5mm. A agulha e o aerógrafo ajudam, mas é sua habilidade em usar a ferramenta que conta 😉 e isso você só vai desenvolver com o tempo, quanto mais montar, mais habilidade vai ter.

      2- Não é necessário ter dois aerógrafos.

      3- Eu nunca usei este compressor, portanto fico te devendo dizer se é bom ou não, mas geralmente os produtos da Testors são bons.

      Plastiabraços e boas montagens!

  7. cara voce poderia me ajudar quero um aerografo para pintar isca de pesca elas tem os tamanhos de 9cm a 14 cm o aerografo de 0,2mm serio o ideal pra isso

    1. Boa Noite Nene,

      Nem precisa de tanto, um aerógrafo de dupla ação com ponta 0,5mm já é suficiente

      Plastiabraços

      1. valew lucas o duro que eu ja comprei um de dupla ação de 2mm tem como trocar a ponta ne

  8. Fernando Gonçalves

    olá Lucas, trabalho com a pintura de arcos (arco e flecha) e tenho algumas iscas artificiais que quero pintar antes de aplicar epoxy, qual é o aerografo ideal no meu caso? pode ser um de ação simples como um badger 200? muito grato por todas as informações acima, antes não sabia nada de aerográfos…
    saudações,
    Fernando

    1. Fernando um aerógrafo de dupla ação será melhor para você pelo controle de ar e tinta, facilitando muito mais os trabalhos.

      Você pode escolher entre um dos melhores do mundo como os IWATA por exemplo, ou então por um nacional que também é excelente que são os da STEULA.

      os Badger também são muito bons, porém um de dupla ação creio que seria melhor para o tipo de trabalho que pretende fazer.

      Aqui no Blog você irá encontrar reviews de ambos, use o campo de busca e dê uma olhada nos vídeos.

      Plastiabraços!

  9. sandra

    meu aerografo parou de funcionar joga o ar mas não atinta

    1. Sandra.

      Difícil lhe ajudar sem ver o aerógrafo, mas certamente algo está entupindo a saída de tinta.

      Aqui no blog tem uns tutoriais sobre limpeza, use a ferramenta de busca e irá encontrar.

      Plastiabraços!

  10. L

    Ou bom dia Lucas! Queria que você me falar que tinta você usa?

    1. Oi,

      Eu prefiro as tintas acrílicas, então atualmente em meus modelos utilizo tintas Vallejo, AK, Gunze, Tamiya e Testors, basicamente estas são as marcas que utilizo no dia a dia.

      Plastiabraços,

  11. Marcio antonius

    Ola. Tenho um mini compressor wimplei e um aerografo de açao simples da v8 hobby. Pra começar, eles nao tem as mesmas bitolas nas conexoes (nem o adaptador do aerografo serve na saida do compressor) e por ele ser de sucçao, temo que ele nao tenha força para puxar a tinta. Sera que este compressor é suficiente para esse aerografo? Upredendo pintar avioes de plastimodelismo.

    1. Marcio,

      Você vai precisar do adaptador de mangueira, se informe no local onde comprou os esquipamentos que eles poderão lhe ajudar.

      Plastiabraços,

  12. alexandre

    boa noite,
    tenho um compressor de ar direto da chulz, gostaria de saber qual o modelo comprar de aerografo, pois os vendendores dizem que da sw168 daria certo mas não passou confiança.

    desde ja agradeço
    obrigado

    1. Oi Alexandre,

      Você pode conectar qualquer aerógrafo neste compressor, desde que tenha um filtro de ar na mangueira, pois estes tipos de compressores sem reservatório aquecem e condensam a umidade do ar dentro da mangueira, fazendo com que água saia junto com o ar e consequentemente com a tinta. Para resolver isso basta colocar um filtro.

      Plastiabraços,

  13. Claudia

    Bom dia Lucas!

    Vc acha que para personalização de capacetes eu posso usar as mesmas coisas que para o modelismo? O mesmo tipo de aerógarfo e compressor e o mesmo tipo d tinta? Qual aerógrafo e compressor vc indicaria? Obrigada!! òtimas dicas no seu site .. parabens!!

    1. Bom dia Cláudia,

      Os equipamentos são os mesmos, quanto a tinta não sei dizer se serviriam pois utilizo apenas para modelismo, você teria que testar. Quanto a recomendação do aerógrafo dê uma lida em todos os artigos da série para entender melhor como funcionam os aerógrafos e você conseguirá decididir qual seria o melhor para você. As melhores marcas são IWATA, Badger e Testors.

      Obrigado!

  14. Luiz

    Olá eu trabalho com artesanatos, madeira e pvc, estou meio perdido quanto ao aerógrafo que devo comprar, vou pintar pequenos detalhes em luminárias de pvc e madeira, e vejo que alguns tem o bico com 0,3, 0,5 e 0,8 mm qual seria o mais indicado se possível indicar uma marca.
    desde já agradeço sua atenção.

    Luiz

    1. Bom dia Luiz,

      Para este tipo de trabalho você não precisa de um aerógrafo com a mesma precisão dos que usamos para o plastimodelismo. Um aerógrafo com agulha de 0,5mm atende muito bem ao trabalho.

      Existem uma opção nacional, você pode comprar diretamente com eles:

      Aerógafos Lince
      http://www.linceaerografos.com.br/

      Quanto aos importados, fuja dos aerógrafos chineses, pois o grande problemas deles será encontrar peças de reposição, Sagyma, Fengda, são dor de cabeça garantida.

      Se quiser algo de maior qualidade, IWATA é a melhor marca do mercado, seguida pela Paasche, Badger e TESTORS, mas aí você terá que comprar no exterior, pois o preço aqui no Brasil chega a ser 5x maior do que lá fora. Sempre que preciso compro aeros e peças nessa loja aqui: http://www.chicagoairbrushsupply.com/

      Plastiabraço!

  15. Ricardo Maia

    Olá Lucas Rizzy
    Gostei muito de suas matérias sobre aerógrafos, meus parabéns e grato por compartilhar sua experiência conosco.
    Gostaria de identificar um lapso de digitação para não confundir os leitores: onde lê-se …”já o de ação simples é mais indicado para pequenas áreas porém mais detalhadas”, penso que seria o de ação dupla, não é verdade?
    Grande abraço
    Ricardo Maia

    1. Obrigado por visitar o blog e indicar este equívoco Ricardo. Já fiz a devida correção.

      Um grande abraço!

      Lucas Rizzi

  16. Lenir

    Qual o melhor aerografo para trabalhar em tecido? Extensão grande?
    Que tinta posso usar? Qual a melhor marca?
    Obrigada.

    1. Oi Lenir, sinceramente não sei, pois utilizo o aerógrafo para o plastimodelismo, e aqui utilizamos tintas próprias e aerógrafos com pouca capacidade de tinta, uma vez que pintamos áreas bem pequenas. Procure alguma loja de artesanato que acredito eles poderão lhe dar melhores dicas com relação ao uso que pretende fazer do aerógrafo.

      É isso aí,

      1. raphael pabllo

        bom dia meu nome e rafael a agulha do me aerografico nao esta indo para traz entao nao libera a tinta como arrumar

        1. Rapahel,

          Provavelmente travou porque a limpeza que você realizou não foi suficiente, coloque um pouco de solvente no aerógrafo e espere algumas horas que ela irá soltar, depois faça a limpeza conforme o tutorial que publiquei aqui no Blog.

          Plastiabraço e boas montagens!!

  17. Fernanda

    Boa noite!
    Estou considerando comprar um aerógrafo para fazer customizações em bonecas de resina, mas estou em dúvida em qual compressor escolher, então gostaria de uma opinião de alguém mais entendido no assunto: estou em duvida entre um mini compressor da Wimpel e outro, também da Wimpel, que é maior, no caso, mas possui um filtro de ar, o que o outro não possui.
    Qual me recomendaria?
    Muito obrigada!

    1. Oi Fernanda,

      O compressor ideial é o que tenha reservatório de ar para evitar que o fluxo de ar seja “pulsante” e filtro para evitar que saia água juntamente com o ar.

      Boa pintura!

  18. Bill Ferreira

    Boa noite!

    Sou artesão e faço luminárias em pvc. Achei interessante a possibilidade de usar o aerógrafo. Acredito que precisará de um compressor. Poderia me auxiliar em que tipo de compressor é necessário para um bom desempenho d pintura?

    Obrigado.

    1. Oi Bill,

      Em tese qualquer compressor pode dar certo, mas recomendo compressores que tenham reservatório de ar, pois estes fornecem um fluxo de ar mais contínuo.

      Exsitem alguns da marca Sagyma que tem um pequeno reservatório de 3litros que são muito bacanas. Dê uma busca no google que você irá encontrá-los.

      Caso precise de mais ajudar e só me mandar um e-mail.

      Plastiabraço!

  19. A.Piva

    Olá novamente, ainda tenho algumas dúvidas sobre compressores. Estou tentando escolher qual compressor seria mais vantajoso para mim, pois vi um que possui um reservatório de 3 litros e é silencioso, e outro de 24 litros que é barulhento. Como moro em apartamento, inicialmente pensei que o de 3 litros, mas ele teria que ficar ligado direto para manter o fluxo de ar e não serviria para outras finalidades. Então pensei no de 24 litros, mas pelo que vi, ele não tem filtro para retirar a umidade e nem pressostato. Qual você acha que seria mais vantajoso? Teria que fazer alguma modificação no de 24 litros? Conheces alguém que venda compressores feitos com motor de geladeira? Obrigado.

    1. Oi A.Piva,

      Fica complicado dizer o que é mais vantagem pois ambos cumprem o que prometem :D, como você mora em apartamento a decisão é mais pessoal mesmo.

      Estes compressores de 24l são realmente barulhentos, mas quanto ao filtro você pode comprar em separado, acho estranho não ter pressostato, normalmente todos os compressores o tem. Eu uso um destes há muitos anos e nunca tive problemas.

      Existe um pessoal que fabrica compressor de geladeira para modelismo, dê uma procurada no Google que você encontra por eles.

      Plastiabraço,

Deixe seu comentário

Obrigado!! Seu comentário poderá ser aprovado antes da publicação.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.